sexta-feira, julho 08, 2005

O salpico no rabo

Acreditem que devo estar muito desinspirado para criar este post. Também... ou falaria disto ou da minha inexistente vida profissional. Recuando uma frase, digo-me desinspirado porque palavra(s) ou acontecimentos(!!) como "mau hálito", "chulé", etc, são sons (ideias) que me perturbam profundamente. No etc insere-se também a ideia (acontecimento) de "cagar" (neste caso o som não me faz muita confusão). De qualquer forma, e como sou acusado de gastar demasiado papel higiénico, pergunto-vos: como evitam o salpico no rabo? Para os mais distraídos, eu uso o papel para amortecer a queda. ; )


Este post vem na sequência deste.

Obrigado transpose, por seres uma
inspiração para mim! []



6 comentários:

Ana disse...

isso agora...

Sergy disse...

Pois...na altura, disse no blog do trsnpose q era um post de.-..merda...este teu é agora um pouco mais...higiénico...quanto à duvida que levantas, é pertinente, e demanda reflexão cuidadosa...

magicgypsy disse...

Soldado, soldado... és incorrigível. Só estás bem a falar de cultura.

unknown soldier disse...

vá lá pessoal, deixem-se de evasivas...
"abram-se" comigo!!

carmuue disse...

à que poupar amigo! estamos em crise!! à que poupar!!

magicgypsy disse...

Utilizo a mesma técnica do papel higiénico amortecedor.Nós sabemos, bem lá no íntimo, se o míssil prestes a ser lançado terá proporções diminutas ou se salpicará a costa. Por isso a utilização do papel amortecedor é facultativa.Cada um sabe o que obra.